terça-feira, março 27, 2007

Teatro

Tábua a tábua

O palco
O acto

a plenitude
sentida na planta do pé
a palavra vibrante
o teu corpo
seguro

O palco
O acto

a luz rompe
a deixa se deixa
na tua firmeza

O palco
O acto


o ponto morto
fixado na clareza
evidente do escuro

no lado oposto
soa a deixa
de um verso sentido

deambulas por ali
em ti
sentes
confias
viajas

a teus pés
cada tábua a passo

O palco
O acto

o êxtase alcançado.

Cai
o pano ... por ti.


Ailéh

22 comentários:

Teresa Durães disse...

(não digo nada senão ficam todos zangados comigo snif!)

ailéh disse...

caturrita quem fiac chateado contigo , hun?
tu diz-me moça qué cá vou lá

gabriela r martins disse...

Meia Leca!
agora falando a sério ... o abardinanço virá como consequência ... uma forma muito bonita de comemorar o Teatro .o TEATRO ,porque sabes muito bem como reajo ( muito mal ) aos Dias internacionais, mundiais e nacionais ( ku karaças como diz o nosso amigo Cal )de...

e prantes ,lá se foi a ave agoirenta de bico arrevezado - Caturrita!puf!

bêjes ...

e a propósito! amanhã ,ao fim da tarde ,"alinhas" numa limonada malandra? eheheheheheh

gabriela r martins disse...

olha!
tu na fotografia aí à derêta ,onde finges que tocas violão ,pareces o cumpadre Tuaregue disfarçade de céguinhe!!!!! até o pôre de cabeça ...

andas a vere se adescobres as moscas?

prante.te com uma litrada de bêjes.

Teresa Durães disse...

ê cá gostê

mas se a gente começa nos cometários....

a'comenta 1
depois a'vem o 2
e sai disparate e 3 pum! pontapé no pássaro.

nunca fiz teatro (excepto aquela deixa traumatizante no João de Deus, bibe azul ou castanho, tirou-me as esperanças da glória do palco... sou uma artista incompreendida)

ainda me lembro. dizia:

- Eu dou um carneiro.

(três meses para decorar isto. suor, esforço)

o que é isso de limonada malandra? dessas não posso, fico pela cerveja!!

LP disse...

O que é uma limonada malandra??

Teresa Durães disse...

lp,

não sei o que é uma limonada malandra mas que dá vontade de ir ver, ai isso dá!!

ailéh disse...

Gabriela ,,, posso te abraçar?

beijo

ailéh disse...

Lp , sobre esta da limonada estou fora , não sei doque estão as miúdas a falar..

bejes

Toze disse...

E que belo foi este teu Teatro, gostei muito !

Beijo

gabriela r martins disse...

Meia Leca!

não sabes o que é a "limonada malandra"?
então tu é que a crias ,dás.lhe vida ,alimentas ,acrescentas quase diariamente e ainda tens o descaramento de dizer que não sabes do que estamos a falar?

és loura ou voltaste a pintar o cabelo?
pensa lá um bocadinho ...
vá ... eu só dou esta dica:
quem é a prima irmã da limonada? a laranjada ,ou não?
ainda preciso de dizer mais?
bah! virou loura e de olhos azuis!!!!!!!!!

e um bom malandro não te diz nada?
é o que eu digo ... burricou de vez!!!!!!!

um mais um é igual a quê?
Meia Leca ,ACORDA E PENSA!!!!!!!!

ailéh disse...

Ai gabrelita , tava tão longe da citronada, que na chegava lá beijos

MaiLman disse...

Visite
http://www.postcard-blog.blogspot.com/

e contribua!

non disse...

Francamente muito bom poema, Ailéh! :)

bjs

Cometa 2000 disse...

"a teus pés
cada tábua a passo"

muito bonito.

Anónimo disse...

Será do clima?
Será da proximidade do poeta e pedagogo?
Será da Casa?
Será da companhia?
Então não é que gosto dos teus poemas? Só surpresas ... (agradáveis!)
Parabéns!

ailéh disse...

To-zé um beijo do sul..
no palco da escrita

ailéh disse...

Mailman, cuidado com os selos, gostei do projecto ,
um abraçi

ailéh disse...

non...
um excelente e franco teatro.
outro :-)))

ailéh disse...

Cometa,
um beijo estrelado de agradecimento

ailéh disse...

Anónimo
será?
levanta-se a questão?
um abraço agradecido do sul

Manoel Carlos disse...

Aplausos!