domingo, outubro 14, 2007

anjo

O sábio disse: apenas siga este caminho
Até o alvorecer da luz
O vento soprará em seu rosto
Enquanto os anos passarão por você
Ouça esta voz bem lá no fundo
É o chamado do seu coração
Feche seus olhos e você encontrará
A passagem para sair da escuridão

Aqui estou eu
Você me enviará um anjo?
Aqui estou eu
Na terra da estrela da manhã

O sábio disse: apenas encontre o seu lugar
No olho da tempestade
Procure as rosas ao longo do caminho
E tome cuidado com os espinhos

Aqui estou eu
Você me enviará um anjo?
Aqui estou eu
Na terra da estrela da manhã

O sábio disse: apenas estenda sua mão
E alcance a magia
Encontre a porta para a terra prometida
Apenas acredite em si mesmo
Ouça esta voz bem lá no fundo
É o chamado do seu coração
Feche seus olhos e você encontrará
A passagem para sair da escuridão

Aqui estou eu
Você me enviará um anjo?
Aqui estou eu
Na terra da estrela da manhã
Aqui estou eu
Você me enviará um anjo?
Aqui estou eu
Na terra da estrela da manhã


(scorpions)

6 comentários:

Amitaf disse...

Ó miúda p'ra qu'é que pões aqui textos de outros, se tu escreves tã beim...

Margarida V disse...

lindo e o comentador anterior tem razão.

Vieira Calado disse...

Um poema sensível, belo.
Beijinhos.

gabriela r martins disse...

desculpa o inoportuno comentário a este teu post ... mas fizeram.me uma partida e eu vi.me na obrigação de dar continuação à mesma .por favor ,vai ao "the last dance" e segue a dança ...

_______________________

e como diz o/a primeiro/a comentador/a deixa.te de preguiças ,de andar a copiar os outros e toca a dar o "corpo ao manifesto"

________________________

um beijo.

um beijo

Anónimo disse...

Poemas bem escolhidos. Parabéns.

João Norte.
intro.vertido.weblog.com

Anónimo disse...

... poema belíssimo.... gostei de ler e aqui estou a comentar com um superlativo.... mas vou ler de novo !
cordialmente
JRMarto