terça-feira, novembro 08, 2005

Cumplicidades...

A morte é imtemporal

Vive no espaço
Da nossa alma.
Partilha-se
Num poema,
Na tela,
Num Grito
Para os outros
- Que apenas ouvem -
Na cumplicidade da dor
No sofrimento do amor


Jorge Neto de Melo

1 comentário:

ARABESCOS EM VARANDAS GREZ disse...

Um beijo em fins de 2005. 2006 terá novas cores, forçosamente. e novos poemas. e novos encontros. mais felizes!