quinta-feira, outubro 27, 2005

O Amor

o amor é feito de prazer

então vive de beijos e abraços.

depois chega a hora de sofrer:

palavras amargas seguem nossos passos

e nos apartemos, como quem vai morrer.

mas ah! se no amor não mais acreditasse

melhor fora a minha vida se acabasse!



Ibn Badrûn (Silves, séc XII-XIII) Antologia O meu coração é árabe, org por Adalberto Alves)

1 comentário:

ARABESCOS EM VARANDAS GREZ disse...

pária sou de sentimentos alados ... é sangue mouro!