quarta-feira, outubro 04, 2006

as minhas mãos
vagueiam pelos trilhos
da tua sublime textura
tocam-te
embriagadas encaminham-se
pelos
atalhos de pele
de súbito ... dois toques...
gelam ...
suspendem a marcha


... uma encruzilhada
a minha tentação nocturna.

....
o teu perfil
ardente.

Ailéh

9 comentários:

al-jib disse...

regressaste em pleno ,meia leca

agora deixa a franga soltar.se!

bêjes tropicais

ailéh disse...

se eu deixa a franga soltar-se a tipa ainda me apanha a gripe aquela das galináceas... e despois hein e despois hein?

come será ainda se mete prai aos a satitar e torce a pata..e franga coxa ninguém quer..
bejes serrenhes

ailéh disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
daniel sant'iago disse...

... mesmo... mesmo... à flor da (tua)pele.

daniel sant'iago

al-jib disse...

e despois nã t'aprécupes com a gripe das frangas
.
.
.
come nã há vacinas p'ra ninguém a gente más os biches vames todos p'ró galhêre
.
.
per isse ,melhêre ,solta.m'a franga!!!!

bêjes

prozina disse...

ah, gostava de uma visita sua

ailéh disse...

daniel

à flor da pele sempre..
beijo

ailéh disse...

prozina ...diga-me o endereço :)))

della-porther disse...

lindo espaço, mas lindo mesmo.

della