quinta-feira, junho 02, 2005

Em familia...

A mãe faz tricô

O filho faz a guerra
Ela acha isso naturalíssimo, a mãe.
E o pai?
O que é que faz o pai?
Faz negócios.
A mulher faz tricô
E o filho a guerra.
Ele, negócios.
Ele acha isso naturalíssimo, o pai.
E o Filho? E o Filho? E o Filho?
O que é que ele acha, o filho?
Não acha nada.

Absolutamemente nada.
O filho , o filho.
A mãe faz tricô
O pai, negócios
Ele a guerra.
Quando tiver feito a guerra
Fará negócios com o pai.
A guerra continua.
A mãe continua - faz tricô.
O pai continua - faz negócios.
O filho é morto.
Não continua mais .
O pai e mãe vão ao cemitério.
Acham isso naturalíssimo, o pai e a mãe
A vida continua.
A vida com o tricô, a guerra e os negócios,
os negócios, a guerra e o tricô.
os negócios, os negócios e os negócios.
A vida com o cemitério.

Jacques Prévert


1 comentário:

gabriela rocha martins disse...

a qualidade deste blogue exige uma postagem mais regular.
escolha cuidada de poetas, poemas e imagens.
a continuar...
- Come chocolates, pequena, come chocolates -
...porque não se admitem desistências.
e já sabes, voltarei muito em breve!